15 de outubro de 2011

Na Busca da Verdade


Todos nós buscamos a Verdade. Por isso lembrei de uma pequena parábola que ilustrava algumas vezes os condicionamentos que eu fazia antes dos rituais de meditação.

O Demônio conversava com seus amigos, quando notaram um homem caminhando por uma estrada. Acompanharam seu trajeto com os olhos, e viram que ele abaixou-se para pegar algo no chão.
__O que foi aquilo que ele encontrou? - perguntou um dos seus amigos.
__Um pedaço da Verdade - respondeu o Indizível.
Os amigos ficaram preocupadíssimos. Afinal de contas, um pedaço da Verdade poderia salvar a alma daquele homem - e seria menos um no Inferno! Mas o Cramunhão continuava imperturbável, olhando a paisagem.
__Você não diz nada? Você não se preocupa? - disse um dos seus companheiros. - Ele achou um pedaço da Verdade!
__Eu não me preocupo - respondeu o Tinhoso - Sabe o que ele fará com este pedaço? Como sempre, vai criar uma nova religião. E conseguirá afastar mais pessoas da Verdade total.

CONSELHO DO MESTRE:
Ter a possibilidade de questionar as informações recebidas e de duvidar (sempre) de que elas sejam corretas, contribui para a confiança no conhecimento e para o nosso real desenvolvimento.

Sobre o Autor:
Pryom PRYOM é Filho fiel de Xangô, Sacerdote Místico-Espiritualista, Médium e adepto de uma religião chamada Honestidade. Se você gostou desse artigo, assine para receber gratuitamente notificações por e-mail.

1 comentários :

  1. A Verdade não pertence a este mundo! Por isso que suas manifestações aqui sempre aparecem distorcidas ou escritas em linhas tortas hehe
    Forte abraço!

    ResponderExcluir