17 de outubro de 2012

O Contrário de Deus é...

No passado não muito distante, as utilizações dos anagramas (espécie de jogo de palavras, ou frases para produzir outras palavras) serviam para despistar os curiosos dos segredos mágicos. Muitos magos criavam seus nomes e feitiços através desse artifício linguístico, e com isso, escapavam das garras da Inquisição. Alguns nomes como Belisa (Isabel), Avalor (Álvaro) e Donanfer (Fernando) eram alguns desses exemplos criativos utilizados em trabalhos mágicos. TARO = ROTA é um exemplo mais conhecido pelos estudantes do ocultismo.


Logo, percebeu-se que as palavras GOD (Deus) e DOG (cão), em inglês, são anagramas perfeitos. Ambas eram como um reflexo em um espelho. Isso parecia corresponder a máxima hermética de que “DAEMON DEUS INVERSUS EST” (“O Demônio é Deus invertido”). A estranha frase foi retirada de um trecho dos escritos de Madame Blavatsky. Nele, ela discutia que a suposta homogeneidade divina deveria conter em si a essência do BEM... e do MAL!

A curiosidade, nesse caso, é que na linguagem coloquial brasileira, o DIABO é, às vezes, chamado de CÃO!


SAIBA MAIS SOBRE O AUTOR DESSE ARTIGO
Pryom PRYOM é Numerólogo, Médium Espiritualista e Filho de Xangô. Ministra palestras sobre Numerologia e encontros sobre o autoconhecimento humano. Se quiser saber mais, clique aqui. Se gostou do blog assine para receber os próximos artigos.

0 comentários :

Postar um comentário