25 de janeiro de 2010

Escrituras Sagradas, parte 3 - O Corão


A palavra Qur’ãn (Corão), de qara’a, “ler, declamar”, é para os muçulmanos, a palavra de Deus transmitida pelo anjo Gabriel ao profeta Maomé, último de uma sucessão de profetas bíblicos. Os muçulmanos acreditam que o Corão é a palavra de Deus.

Trata-se, se preferirmos, de um novo “Novo Testamento”, que não contradiz mas confirma e supera a Bíblia dos judeus e dos cristãos.



O texto completo do Corão foi constituído sob os primeiros califas e suas variantes foram suprimidas. É composto por 114 capítulos chamados surahs, que contém um número variável de versos chamados ãyãts. O livro começa com uma surahs (surata) curta, al Faitha, ou Abertura, depois da qual as demais se organizam pelo tamanho, a partir da mais longa. O Corão aborda vários tópicos, a começar pela unidade de Deus; outras suratas tratam de temas sociais como família, casamento e lei.

Segundo o Corão, os primeiros humanos, criados por Allah, foram Adão e Eva. Tal como os da Bíblia, eles foram tentados por Íbis e desobedeceram a Allah. Mais tarde Adão viajou pelo mundo, peregrinando até Meca, onde teria construído a primeira Caaba.



Sobre o Autor:
Pryom Pryom é Numerólogo, Sacerdote Místico-Espiritualista, Filho fiel de Xangô e adepto de uma religião chamada Honestidade. Se você gostou do blog, assine para receber gratuitamente os próximos artigos.

0 comentários :

Postar um comentário