26 de novembro de 2015

Os Orixás que vão reger 2016

O nome Oxalá é junção de duas palavras do idioma africano: Òsa ou Òshan, que significa suave; e Alá, lençol branco. Na concepção simbólica, Oxalá representa um manto espiritual que agasalha os homens. Segundo a cultura africana, Òshanlá é o deus que dividiu o Mundo em duas partes: uma objetiva e a outra subjetiva. Com o seu poder, criou a Vida e todos os outros orixás. Senhor da Vida e da Morte é austero, porém bondoso. Prefere persuadir nunca impondo sua Vontade. Todas as suas representações incluem a cor branca porque reflete todas as cores do espectro. O seu elemento é o Ar.



Segundo as antigas tradições, Oxalá assume duas formas distintas: a de um jovem atlético e a de um ancião. Mas, além dessas aparências físicas, existe uma enorme diferença entre os dois: o primeiro, conhecido por Oxaguiã, é combativo e guerreiro; o segundo, Oxalufã, é um homem debilitado, doente, que se escora em um cajado de prata. É muito importante descrevê-los, pois dessas duas manifestações, é Oxalufã que regerá 2016. Tudo por causa de Nanã, a mais velha de suas duas esposas, que o influenciará durante todo o período. Prepare-se. Serão tempos difíceis.

QUEM É NANÃ?
Nanã, é um Orixá feminino de origem daomeana. Seu nome, Nanu, Naná ou Nanamburucu, acabou sendo incorporado à mitologia iorubá, após o povo nagô ter conquistado Daomé. Além da cultura e dos despojos da guerra, várias lendas foram absorvidas pelos iorubás. Nanã, por exemplo, em muitos mitos surgia como a criadora do mundo - no mesmo nível de Oxalá. Nessa aculturação, Oxalá continuou sendo o pai de quase todos os Orixás e Iemanjá, sua esposa, a mãe de seus filhos. Nanã acabou "casando-se" com Oxalá e assumiu a figura de sua segunda esposa. Nunca houve, entretanto, questionamentos quanto a paternidade de Oxalá. As adaptações das lendas e o processo de assimilação cultural dos dois povos acabaram criando mitos que se somavam aos mitos até chegar ao "casamento definitivo" de Oxalá, Iemanjá e Nanã. Algo comparado ao que conhecemos pela Trimúrti indiana.

Em todas as lendas que surgiram, Nanã passou a ser identificada como a essência da destruição, da Morte, da regeneração. Na Bahia, por exemplo, alguns centros tradicionais consideram-na a segunda e mais velha esposa de Oxalá, conferindo-lhe os mesmos poderes. Muitos afirmam até que sua vibração corresponde similarmente ao do casal Obatalá-Yemowó dos iorubas (foto ao lado), numa interessante fusão dos Elementos Ar/Água/Terra. Por isso, Nanã é tida também como mãe por excelência de todos os outros orixás. Nanã é quente, morna e fria. Nanã é o Sol que brilha, aquece e resseca. Nanã é a aurora, ocaso e crepúsculo. Nanã é a semente, a planta e o alimento. Nanã é o signo, o significado e o objeto. Nanã é o princípio, o meio e o fim. Nanã é o nascimento, a vida e a morte
Compreender Nanã é entender a vida em sua constante evolução. 

QUAIS AS PREVISÕES QUE OXALUFÃ E NANÃ TRARÃO PARA 2016?

Oxalá chegará envelhecido, rabugento, cansado, encurvado sobre si mesmo - como o grafismo do algarismo NOVE por influência de Nanã (repare na imagem ao lado) pois a Numerologia elege o NOVE como o nosso Ano Universal. Ambas poderão ser comparadas. 

Continue lendo esse artigo e saiba quais as previsões que Oxalufã e Nanã trarão para o próximo ano clicando aqui.


SAIBA MAIS SOBRE O AUTOR DESSE ARTIGO
Pryom PRYOM é Numerólogo, Médium Espiritualista e Filho de Xangô. Ministra palestras sobre Numerologia e encontros sobre o autoconhecimento humano. Se quiser saber mais sobre ele, clique aqui. Se gostou do blog assine para receber os próximos artigos.

4 comentários :

  1. Olá!
    Após ler reler o belíssimo texto os Orixás que vão reger 2016, me ficou um questionamento , será um ano melhor para os filhos de Nanã?

    Um abç

    ResponderExcluir
  2. Pryom,

    Lendo sua postagem -orixás-,me gerou uma curiosidade sobre um outro orixá,poderia me indicar um texto,livro...para eu estudar sobre OXUM OPARA?
    Gratidão.
    Maria Cristina.

    ResponderExcluir
  3. Respostas
    1. Cara Anabela Santos Ribeiro, na próxima semana estarei publicando sobre o Orixá que reinará 2017. Sugiro que envie o seu e-mail solicitando assinatura do blog ou continue visitando a página. Um abraço fraterno!

      Excluir