31 de maio de 2015

Conhece-te a ti Mesmo

No templo de Apolo em Delfos, construído no século VII a.C., na Grécia, até hoje pode ser vista a inscrição que intitula esse artigo. A frase imortalizada pelo filosofo Sócrates (469-399), "Conhece-te a ti mesmo e conhecerás o universo", era uma advertência para os visitantes que se consultavam com a pitonisa que recebia as mensagens de Apolo durante os transes: quem desejava conhecer os desígnios dos deuses deveria começar a procura dentro de si mesmo. O curioso é que as respostas da sacerdotisa eram ambíguas, repletas de metáforas e quase sempre ininteligíveis. Resultado: o consulente saía na maioria das vezes confuso e perdido em divagações!

Como todo mundo, nós experimentamos dificuldades, medos, incertezas e nem sempre estamos seguros sobre o melhor caminho para encontrar a felicidade. Mas já parou para pensar que todas as vezes que você procura encontrar no tarô, na numerologia ou em qualquer outra linha de adivinhação, as respostas podem estar dentro de você?

Sim, quem se conhece sabe o que é melhor para si. Mas diante das dificuldades, às vezes temos impulsos de recorrer a fontes externas, opiniões alheias, oráculos. Porém, isso de nada adianta se não pararmos para entender como funcionam nossos sentimentos, desejos e padrões de comportamento.


Todos nós possuímos uma Centelha Divina: aquela parte do ser que sabe intuitivamente o que é você, qual seu destino e os caminhos que levam à realização pessoal. Eu, por exemplo, chamo essa Centelha Divina de Meu Mestre Interior. Pode ser Deus, Eu Superior, Anjo da Guarda. Mas por favor, não se escandalize ao ver num mesmo espaço mensagens, filosofias e pensamentos, deuses africanos, numerologia ou outros oráculos! Não me estaciono em uma só ideia. Quem se conecta a essa energia encontra dentro de si um rico potencial de autodescoberta, que leva a tomar atitudes equilibradas e despojadas de preconceitos. O resultado disso é o bem-estar físico, emocional e mental. A isso podemos chamar de reflexão da alma. Ou Espiritualista.

Todos os segmentos religiosos pregam a necessidade da introspecção. O islamismo diz que "aquele que conhece a si mesmo conhece o senhor"; o budismo fala que "devemos olhar para dentro de si mesmo, porque nós somos o Buda". Os Orixás, dizem que nós somos a Natureza. Entretanto, a maioria das pessoas procura fora de si as soluções para os problemas e as dificuldades, recorrendo a oráculos como tarô, búzios, numerologia como se fossem simples jogos de adivinhação. Antes de serem meios de prever o futuro, eles são instrumentos de autoconhecimento, pois sua rica simbologia abrange todos os aspectos da vida. Não é a toa que o blog é intercalado de previsões: elas nos ajudam a entender as leis cósmicas e a entrar em contato com a nossa essência, revelando respostas que já estavam dentro de nós. Daí o título afirmativo de que o meu mestre é interior.

Mas é importante que você guarde essa advertência: todas as previsões postadas por mim podem fazê-lo encurtar o caminho da felicidade, simplesmente por recorrer a  respostas prontas. Infelizmente as pessoas se sentem desobrigadas da tarefa de refletirem sobre suas questões e acha que o oráculo tem de mostrar como solucionar seus problemas. Muitos acreditam que consultando a numerologia, por exemplo, saberá se o companheiro ideal é aquele idealizado pelos números. A numerologia por ser uma ciência exata, ensina a avaliar matematicamente o mundo. Não basta conhecer os significados dos números. É fundamental exercitar a intuição. Veja como exercitá-la clicando aqui.

PARA ENCONTRAR SUAS RESPOSTAS


  • Esgote todas as possibilidades de achar soluções para seus impasses antes de recorrer à ajuda externa.
  • Reserve diariamente um momento de interiorização para se desligar das atividades cotidianas e prestar atenção aos sentimentos e processos internos. Tente se desconectar. Já adverti inúmeras vezes que a tecnologia está interrompendo - desculpe a ironia - a nossa conexão com o Eu Superior.
  • Confie na sua intuição. Quem acredite em seus lampejos intuitivos consegue não apenas tomar decisões mais acertadas como também viver em sintonia com suas verdadeiras motivações.
  • Ouça seu coração. As mensagens que ele envia podem parecer, às vezes, sem lógica. Essas mensagens são baseadas em sensações e emoções. Porém, levar em conta o que o coração diz ajuda a encontrar respostas ajustadas a sua essência divina.
  • Medite. A meditação é um dos principais instrumentos para se conectar com o seu mestre interior. Não importa qual a linha escolhida; só procure praticá-la diariamente. O importante é sentar-se num lugar tranquilo e acalmar a mente. Quando os pensamentos vierem à cabeça, deixe que fluam sem se apegar a nenhum deles. Simples assim.
  • Procure sempre estar conectado à sua Chama Divina (desculpe mais uma vez a ironia): a sua Chama sua vida e seus atos. Não importa o nome que você dê a ela: Eu Superior, Anjo da Guarda, Santo católico ou Guia espiritual. Lembre-se: existe um bom motivo se eu misturo todos eles no blog ou nas páginas das redes sociais.
Quando voltar a consultar as previsões do meu blog, concentre-se na pergunta. Quanto mais objetiva for a questão, mais clara será a resposta. Afinal, tudo depende de você.


SAIBA MAIS SOBRE O AUTOR DESSE ARTIGO
Pryom PRYOM é Numerólogo, Médium Espiritualista e Filho de Xangô. Ministra palestras sobre Numerologia e encontros sobre o autoconhecimento humano. Se quiser saber mais sobre ele, clique aqui. Se gostou do blog assine para receber os próximos artigos.

0 comentários :

Postar um comentário