15 de dezembro de 2014

Os Orixás que vão reger 2015

Recentemente, Stephen Hawking, um dos cientistas mais respeitados do mundo, confessou temer um futuro apocalíptico em que o homem terminaria dominado pelas máquinas - como nas histórias de ficção. Para Hawking, como o homem é limitado a uma lenta evolução biológica, jamais poderia competir com a inteligência artificial de um computador; esse seria um dos riscos de sermos extintos para sempre.

Por mais bizarra que seja essa notícia, o que mais chamou a atenção foi o fato de Hawking depender de um computador para interagir com o mundo devido a sua doença - a esclerose lateral amiotrófica. Num mundo onde o homem moderno não consegue sobreviver desconectado, a preocupação do famoso cientista soou como um alerta. Vários psicólogos, por exemplo, já alertaram sobre a "diversão" infantil nos tempos atuais, pois o contato precoce com as tecnologias podem prejudicar o desenvolvimento das crianças (leia sobre a Geração F5 clicando neste link). Se fizermos um paralelo entre os dois Orixás que irão reger o ano de 2015 – Ogum e Euá - essa preocupação até faz sentido.

OGUM E EUÁ DIVIDIRÃO A REGÊNCIA EM 2015


Não é a toa que 2014 foi regido por Oxossi (confira se as previsões foram corretas clicando nesse link). Segundo a lenda, Oxossi é irmão de Ogum e ambos têm a determinação para o combate. Portanto, 2014 foi um prólogo que evidenciou atentados, manifestações e mortes. Associado à guerra na mitologia africana, esotericamente Ogum rege o Elemento Ar, uma energia masculina e ativa.

Por isso, em 2015 o planeta se tornará mais agressivo. Todos poderão exacerbar problemas existentes ou provocar o surgimento de novos litígios, crises e desavenças nos relacionamentos. À Ogum é consagrado o início e os primeiros passos de qualquer projeto. A influência de Ogum potencializa a vontade e possibilita que as portas mais emperradas se abram perante ela. Ogum rege o sistema nervoso, os neurônios, o coração, as pulsações, o suor, o esforço. Ele é o dedo em riste, o sangue quente - que podemos comparar às lavas incandescentes que circulam no interior da Terra.

Ogum é o orixá da metalurgia, da tecnologia, das máquinas, dos motores, do ciberespaço, dos sistemas operacionais. Ogum é o orixá que esquematiza, constrói e destrói; possibilita contatos, cria intercâmbios ou inviabiliza acordos de paz. É o senhor dos relacionamentos interpessoais. E essa configuração energética será completada com o segundo orixá regente de 2015: Euá.

Pouco conhecida no Brasil, Euá possui o fundamento em Iansã e Oxum – fator que lhe atribui características dos Elementos Fogo e da Água. Algumas lendas dizem que Euá seria a irmã mais velha de Iansã e dela herdara o temperamento ora aguerrido, ora materno. Em outras, Euá seria a personificação de Oxum ainda adolescente, virgem e extremamente fútil. Sua figura jovial denotaria tudo o que fosse irresponsável, porém determinado apresentar novas possibilidades ou a abertura de novos horizontes.

Euá é capaz de provocar o choque do Fogo com Água. Portanto, ela pode apagar, aquecer, condensar e vaporizar. Euá é a deusa das ilusões; é a senhora das neblinas, dos nevoeiros, das nuvens. Algumas previsões podem detectar a presença de Oxum - ou seja, a fluidez do elemento aquoso. Na verdade, trata-se de uma cortina de fumaça, uma "ilusão" provocada por Euá: ela costuma brincar com a nossa imaginação construindo príncipes, princesas, castelos, fadas e monstros - como nas brincadeiras infantis quando descobríamos coisas misteriosas entre as nuvens. Ela mostra que as nuvens podem ser brancas como o algodão, mas podem também esconder o brilho do sol. Euá adverte que devemos tomar muito cuidado com as aparências.


QUAIS AS PREVISÕES QUE OGUM E EUÁ TRARÃO PARA 2015?
  • Como as armas brancas são comuns a Ogum e a Euá - a espada e o arpão, respectivamente - deve-se tomar cuidado com os objetos cortantes. 
  • Os dois Orixás tem analogia com os instrumentos cortantes, perfurantes ou pontiagudos. As atividades que cortam e separam (cirurgião, açougueiro, etc); as que manuseiam objetos perfurantes (dentistas, policiais, militares) deverão tomar cuidados especiais, assim como os que sobrevivem do mundo da música, do rock e das artes cênicas. 
  • Tudo o que for duvidoso será dividido em duas partes ou desmembrado; muitas associações, parcerias ou relacionamentos serão desfeitos; acordos que a primeira vista seriam vantajosos revelarão um desastre.
  • Embora se espere um crescimento econômico, haverá desemprego na primeira metade do ano; instabilidade nos investimentos e aumentos abusivos dos preços: o fantasma da inflação sufocará bons projetos comerciais e muitos empreendedores no mundo inteiro perderão dinheiro;
  • A tecnologia consumista continuará seduzindo a mente e corrompendo o espírito, estabelecendo discussões como a que foi iniciada pelo famoso cientista citado no primeiro parágrafo desse artigo: é a capacidade empreendedora de Ogum contra a fugacidade de Euá.
  • As universidades estabelecerão intercâmbios valiosos e permitirão a continuidade de pesquisas e projetos. Entretanto, o ensino fundamental enfrentará sua situação mais crítica. Mesmo assim, revelará talentos e criatividade.
  • A vaidade estará em alta e as tentativas de superação farão sofrer aqueles que não aceitarem a passagem do tempo. Como a juventude passou a ser cobrada e vista como um bem alcançável em qualquer idade, combater a velhice tornar-se-á um dever moral, imperativo e alienável - principalmente entre as mulheres. Muitos sofrerão por isso. O corpo sofrerá com o desgaste imposto pela beleza;
  • A doença da depressão será a tônica desse período.
  • Haverá dificuldade de concentração e o aumento das doenças ligadas ao cérebro, ossos e articulações; as sexualmente transmissíveis continuarão crescendo enquanto não forem encaradas com a seriedade.
  • As mulheres terão dificuldade para engravidar e as que conseguirem poderá ter problemas durante a gravidez e no parto.
Como você acabou de ver, a cultura africana é tão rica que merecia ser estudada e respeitada (veja a minha opinião sobre isso clicando neste link). Deixe sua opinião nos comentários e compartilhe esse artigo. Mas não esqueça de citar a fonte.


SAIBA MAIS SOBRE O AUTOR
Pryom PRYOM é Numerólogo e Médium Espiritualista. Formado em Publicidade, desde jovem é empenhado em compreender a alma humana. Ministra palestras sobre Numerologia e encontros sobre o autoconhecimento. Se quiser saber mais, clique aqui. Se gostou do blog assine para receber os próximos artigos.

2 comentários :

  1. Respostas
    1. Agradeço a visita Selenita. Fico feliz por tê-la ajudado. Continue acompanhando o blog pois novos artigos serão postados.
      Namastê Profundo!
      Feliz 2015

      Excluir