6 de outubro de 2012

Os Quakers


Fundada por John Fox na Inglaterra do século XVII, a “Sociedade dos Amigos”, passou para a historia conhecida como os Quakers. Sabe-se que John Fox deu início às suas pregações em 1648. Era sapateiro, e por causa da criação desta seita, foi condenado à prisão. Morreu nos fins de 1691, quase cego e no exílio.

Os Quakers não tiravam o chapéu, mesmo diante do rei e tratavam todos por “tu”. Não possuíam sacramentos e consideravam que o Cristo estaria presente sempre que um grupo de amigos se reunisse. As reuniões aconteciam em salas sem nenhuma decoração ou ornamentos e ali esperavam a vinda do Espírito Santo.

A aproximação da “inspiração divina” se dava através de uma convulsão, um tremor pelo corpo – daí o nome “QUAKERS” (tremedores, em inglês). O possuído pelo espírito se levantava, se sacudia, balançava os braços, tomava a palavra e todos o escutavam em silêncio.

Os Quakers tiveram uma atuação notável na história na luta pela paz, pelo voto das mulheres e pela reforma da lei penal.

UMA CURIOSIDADE: a lembrança que temos dos Quakers ficou bastante conhecida no ocidente através da ilustração do famoso desenhista chamado Haddon Sundblom para a embalagem de cereais em flocos (detalhe ao lado). Dizem que Haddon criou o sorridente senhor de chapéu, baseado na confiança que as pessoas depositavam na conduta moral dos adeptos da “Sociedade dos Amigos” - que se vestiam daquela mesma forma.

Entretanto, jamais houve qualquer relação entre a entidade religiosa e a famosa marca de flocos de aveia. Na verdade, essa associação indevida da imagem seria a única coisa que aqueles religiosos detestaram!

Sobre o Autor:
Pryom PRYOM é Filho fiel de Xangô, Sacerdote Místico-Espiritualista, Médium e adepto de uma religião chamada Honestidade. Se você gostou desse artigo, assine para receber gratuitamente notificações por e-mail.

0 comentários :

Postar um comentário