10 de setembro de 2012

Superação


Todos nós somos presenteados de talentos e dons. Nenhum obstáculo, tanto físico, mental ou emocional tem o poder de destruir nossas energias inatas. Para canalizarmos nossos recursos internos, precisamos primeiramente estar dispostos a explorar nossos interesses e aptidões. Em seguida, é necessário fazermos esforços persistentes para obter as habilidades e conhecimento que nos ajudarão a utilizar ao máximo de nosso potencial.

A imagem do ex-piloto Alessandro Zanardi ao ganhar o ouro nas paraolimpíadas (ou paralimpíadas?) de 2012, em Londres, emocionou o mundo e mostrou a todos, que é possível superar as dificuldades, mostrar os talentos inatos. A superação de Zanardi começou há 11 anos depois de sofrer um grave acidente numa prova da Fórmula Indy na Alemanha: o italiano perdeu o controle do carro, que acabou atingido no meio pelo canadense Alex Tagliani – que estava a 320km/h. O carro de Zanardi se partiu. A perna direita foi arrancada no ponto abaixo do joelho e a esquerda, na altura da coxa, além de ter perdido 70% do sangue. O osso da pélvis sofreu cinco fraturas e o fígado lesões gravíssimas. Sofreu várias paradas cardíacas e passou por sete reanimações. Praticamente renasceu para ser novamente um campeão.


Em entrevista, Zanardi afirmou que recomeçou do nada e foi contra todas as probabilidades. Concluiu dizendo que, quando o homem possui um horizonte para olhar, a felicidade está ao virar da esquina; e que a vida lhe dera uma chance de fazer muitas coisas surpreendentes nos últimos 11 anos! Ele, Zanardi, era um cara de sorte.

Essa lição de superação emociona. Guardarei para sempre a imagem de Alessandro Zanardi vibrando a sua mais importante vitória. Por isso, meu Deus, jamais permitirei que minhas limitações me vençam. Eu as verei como desafios dos quais eu os outros poderemos tirar como lição. Prometo criar novas habilidades ou informações de que necessito para fazer minhas limitações trabalharem a meu favor. Nunca contra mim.

Sobre o Autor:
Pryom PRYOM é Filho fiel de Xangô, Sacerdote Místico-Espiritualista, Médium e adepto de uma religião chamada Honestidade. Se você gostou desse artigo, assine para receber gratuitamente notificações por e-mail.

2 comentários :

  1. Olá, Pryom!
    Que espetáculo de matéria.
    Eu que trabalho há 7 anos com a inclusão de PCD = Pessoas com Deficiência fiquei sensibilizada com matéria exemplar.
    Parabéns!
    Que Alessandro Zinardi seja um "padrão" a ser seguido.
    Muito obrigada por me instigar a refletir, mais uma vez, sobre o a vida maravilhosa que Deus nos dá.
    Meu lema é viver a vida enquanto tiver vida!
    "... quando o homem possui um horizonte para olhar, a felicidade está ao virar da esquina ...". É isso aí ... Um forte abraço, Jussara Xavier

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Jussara. São acontecimentos marcantes como esse que pontuam a nossa Caminhada Espiritual.
      Namastê!

      Excluir