1 de setembro de 2011

A Arte de Sorrir


Você já deve ter ouvido uma música que nos ensina a arte de sorrir cada vez que o mundo nos diz: "não". Afinal, todos sabemos que uma palavra ou um gesto negativo possuem uma força tão poderosa que é capaz de nos fazer retroceder, estagnar. Por isso, é recomendável fazer aquilo que a música pede: sorrir. Embalado por esse verso, senti a necessidade de contar uma antiga história que fala exatamente do valor de um sorriso. Essa história é sobre um homem chamado Wong, que viveu há muitos e muitos anos na antiga China...

Conta-se que Wong se sentia hostilizado pelas pessoas da pequena aldeia onde morava. Um dia, cansado de tanto sofrer, Wong foi visitar um velho sábio da região e desabafou:
__ Mestre, cumpro minhas obrigações para os deuses, sou um bom cidadão, um exemplar chefe de família, vivo praticando a caridade. Por que as pessoas não gostam de mim?

A resposta do velho mestre foi simples: embora o senhor Wong fosse caridoso, o seu rosto carrancudo levava todos a uma conclusão diferente. Mesmo sendo muito rico, era pobre de alegria e cordialidade e, para piorar, era incapaz de cumprimentar e compartilhar um sorriso.

A solução que o velho sábio encontrou foi dar ao senhor Wong uma máscara sorridente que se ajustava perfeitamente ao seu rosto. Advertiu-o, entretanto, de que, se algum dia a tirasse, nunca mais conseguiria recolocá-la.

No primeiro dia em que o senhor Wong saiu à rua, todos começaram a cumprimentá-lo e, em pouquíssimo tempo, já estava cheio de amigos. Um dia, chegando a conclusão de que as pessoas não gostavam dele, mas sim da máscara, Wong pensou: "É preferível ser hostilizado como antes do que ser estimado por causa de uma máscara falsa". Foi até o espelho e retirou a máscara sorridente. Mas teve uma surpresa. O seu rosto assumira as expressões e o sorriso da velha máscara...






O VALOR DE UM SORRISO

Mais que interessante, a história do senhor Wong possui uma importante lição: um sorriso vale mais que muitas palavras. Ao estampar um sorriso no rosto, somos capazes de expressar o estado de espírito. Uma das coisas que devemos cultivar é a simpatia, o bom humor e a alegria. Se julgamos ser um farol - um instrumento de Luz neste mundo; se julgamos sermos Irmãos Iniciados (leia sobre o que significa a palavra "bom humor", em iorubá, clicando nesse link), temos, pois, a obrigação de trazermos a alegria - mesmo quando o nosso coração se deprime. Mesmo nas tristezas, precisamos exercitar o nosso interior. Se você deseja ajudar ao próximo não pode e nem deve usar máscaras.

CURANDO O UNIVERSO ATRAVÉS DE UM SORRISO

Você tem o hábito de sorrir para as pessoas que conhece ou com as quais mantém contato diariamente? Hoje em dia nem dentro de um elevador as pessoas costumam responder a um "bom dia". Mas, lembre-se, devemos espalhar otimismo. Sempre. Assim semearemos e colheremos coisas boas para o nosso universo. Por isso, procure se submeter a autocura:
  • Troque os pensamentos negativos por uma ideia otimista. Quem saíra lucrando com essa postura será a sua saúde Mental, Espiritual e Física;
  • Sorrir fortalece o sistema imunológico;
  • Sorrir libera endorfinas que combatem a dor e causam bem-estar;
  • Sorrir estimula as funções cardio-vasculares e respiratórias;
  • Sorrir afasta as tristezas e o mau humor;
  • Sorrir favorece o sistema nervoso central e endócrino;
  • O efeito posterior do sorriso é um poderoso relaxante.
Depois de saber disso tudo é preciso dizer mais alguma coisa?

Namaste!

Sobre o Autor:
Pryom PRYOM é Filho fiel de Xangô, Sacerdote Místico-Espiritualista, Médium e adepto de uma religião chamada Honestidade. Se você gostou desse artigo, assine para receber gratuitamente notificações por e-mail.

2 comentários :

  1. muito interessante, nos mostra que com um simples sorriso podemos facilitar o nosso cotidiano e tornar mais suave este universo tão conturbado.

    ResponderExcluir